O não você já tem!

O não você já tem!

Escrito em 01/11/2019
William Caldas


O não você já tem!

 

Muitos de nós vendedores já ouviu essa frase quando estava se sentindo desafiado para vender um produto ou serviço para um cliente extremamente desconfiado, exigente.

 

É importante analisarmos essa frase por uma perspectiva maior, de vida.

 

Quando eu e você fomos para a escola a primeira vez, encontramos num primeiro momento um não dentro de nós que insistia em tentar nos convencer a resistir permanecer durante um período do dia naquele ambiente que era para nós novo e estranho. Mas, estimulados por nossos pais, professores e novos colegas, tomamos gosto por aquele que seria um dos melhores ambientes que teríamos na vida, a escola.

 

Quantos de nós não enfrentou a famosa entrevista de emprego. Naquela primeira entrevista, estávamos com a boca seca, tensos por aquela oportunidade. E como foi incrível ouvir um sim, após uma sequência de nãos. 

 

Lembro-me quando fui à uma entrevista de emprego, o profissional do RH, me fez uma pergunta que fez toda a diferença naquele momento. Eu estava disputando a vaga de Office Boy em uma empresa em Belo Horizonte. 

 

Ele me perguntou: “Você conhece Belo Horizonte William? Vai precisar andar muito no centro, ir a bancos, fazer pagamentos, etc”. 

 

Respirei fundo, num medo absurdo de assumir que conhecia pouco, mas, sabia que a sinceridade e a verdade sempre deveriam estar em primeiro lugar.

 

Respondi: “Conheço pouco a cidade, apesar de ter nascido aqui. Mas, se o senhor me ensinar o serviço, pode confiar que eu aprendo”. 

 

Eu tive naquele momento a experiência de dizer o não. Um não que me trouxe paz por dizer a verdade e com aquela verdade, ouvir um dos melhores  “sins” da vida.  Desci a avenida Afonso Pena em Belo Horizonte, literalmente flutuando por ter conseguido aquele emprego.

 

Esse sim abriria naquele momento todas as perspectivas de futuro, tudo que eu queria naquele momento era sentir o sabor de ouvir o esperado sim!

 

Resolvi começar o mês de novembro te contando essas rápidas histórias para lembrar que assim como eu, você ao longo do tempo, possivelmente recebeu muito mais nãos que sins. E mesmo assim, você superou esses nãos. E principalmente, o que importa hoje no primeiro dia útil do mês é lembrarmos que precisamos ter a clareza de onde queremos estar no último dia útil desse mesmo mês. 

 

Os nãos dos clientes você já tem, os nãos da vida você superou e supera diariamente, portanto, transforme os nãos desse mês em sins, em VENDAS!

 

O meu desejo é que você hoje trace hoje seu objetivo para o mês que se inicia. Não inicie seu mês sem escrever o quanto deseja vender. Traduza essa meta em atitude diária. Não nos faltam clientes, produtos, serviços e mercado. Mas, estejamos em alerta, para que não nos falte a atitude de vender todos os dias!

 

Vamo que vamo, a venda não pode parar!

 

William Caldas