Sua meta é seu farol.

Sua meta é seu farol.

Escrito em 09/09/2019
William Caldas


Consultando o Wikipédia sobre a definição de farol, encontrei o seguinte resultado:

 

“Um farol é uma estrutura elevada, habitualmente uma torre, equipada com um potente aparelho ótico, dotado de fonte de potentes lâmpadas e espelhos refletores, cujo facho de luz é visível a longas distâncias.”

 

Em resumo, uma embarcação que esteja no mar à noite, e que avista um farol, terá uma referência para saber se está na direção correta e se estará cedo ou tarde, em terra firme.

 

Ao ler mais sobre os faróis, percebi que eles tem semelhanças com a nossa velha e boa meta de vendas.

 

Se o farol é a referência para a embarcação, a meta de vendas é a referência para o vendedor.

Se estamos próximos ao farol, entendemos que estamos próximos à terra firme. Se estamos longe da meta, entendemos que estamos longe do resultado almejado.

 

A questão é que muitos negligenciam a meta como referência do resultado a ser alcançado, e pior, quando estão distante do seu farol, simplesmente esperam para ver onde a embarcação vai parar.

 

E invariavelmente, quando uma atitude não é tomada ao perceber que está longe da meta, a tendência é que a embarcação do vendedor fique literalmente à deriva, sem saber pra onde está indo.

 

O que importa para nós que trabalhamos com vendas é sempre ter a meta como uma referência de porto seguro e evitarmos associar a meta como aquilo que nos causa dor de cabeça, que te tira nosso sono. 

 

Cuide para que você enxergue a sua meta como uma rota a ser navegada, observe todo santo dia onde está seu farol e de preferência alcance-o antes do fim do mês.

 

Vamo que vamo, a venda não pode parar!

William Caldas